Celeiro Comum de Assumar

Localização estrutural dos conteúdos:
Localidade:
Monforte
Entidade detentora:
Arquivo Histórico do Concelho de Monforte
Código de referência:
PT/AHCM/CCA
Datas de produção / acumulação:
1757/??/?? ⇔ 1914/??/??
Dimensão e suporte:

37 U.I (37 liv.); papel; 4 m.l.

 

História administrativa / biográfica / familiar:

De acordo com o “Livro Histórico do Celeiro Comum da Vila de Assumar” que, foi redigido em 1855 e que está depositado no Arquivo Histórico da Câmara Municipal de Monforte, o Celeiro Comum da Vila de Assumar foi criado no ano de 1748 no dia 5 de setembro, através de uma provisão régia de El Rei Dom José I concedida a Luz Vaz Madeira, morador e natural da Vila de Monforte, após o seu requerimento para edificar um “Celeiro Comum de trigos na Vila de Assumar”, há semelhança do que sucedia em diversas vilas circunvizinhas, tais como: Arronches, Barbacena, ou Veiros.  

História custodial e arquivística:

Este fundo documental transitou para o Arquivo Histórico da Câmara Municipal de Monforte.

 

Âmbito e conteúdo:

Inclui: Registo de Entrada e Saída de Trigo; Atas e Decisões da Junta Administrativa do Celeiro Comum; Tombo dos Bens do Celeiro Comum; Livro Histórico do Celeiro Comum; Cadernos da Conta Corrente de Entradas e Saídas de Trigo; Autos de Contas da Junta Administrativa; Termos de Obrigação de Trigo; Livro da Nomeação, Juramento, Posse e Vencimento dos Empregados do Celeiro Comum.

Instrumentos de descrição:

Guia e inventário.

 

Notas:

Fontes utilizadas para a redação do elemento História Administrativa:

SILVA, José Inácio Militão da. “Estudo Arquivístico do Extinto Concelho do Assumar entre os Séculos XVI e XIX: Novos Contributos Documentais para a História Regional e Local”. Lisboa: Faculdade de Letras, 2002. Dissertação de Mestrado em Cultura e Formação Autárquica.

Instituições Relacionadas:
Informação contida em outros fundos:
Não existem itens a listar.
Descrição documental:

INSTITUTO DOS ARQUIVOS NACIONAIS/TORRE DO TOMBO. PROGRAMA PARA A NORMALIZAÇÃO DA DESCRIÇÃO DE ARQUIVO; GRUPO DE TRABALHO PARA A NORMALIZAÇAO DA DESCRIÇÃO EM ARQUIVO – Orientações para a descrição arquivística. 1.ª v. Lisboa: IAN/TT, 2006. 124 p. ISBN: 972-8107-88-9.

ISAD (G): Norma Internacional de Descrição Arquivística: Adotada pelo Comité de Normas de Descrição, Estocolmo: Suécia, 19-22 de setembro de 1999. Conselho Internacional de Arquivos; trad. Grupo de Trabalho para a Normalização da Descrição em Arquivo. 2.ª Ed. Lisboa: IAN/TT, 2004. ISBN: 972-8107-69-2.

 

 

 

Recolha documental:

Vitória Medalhas
Redação: António Mendes 2012