Recolhimento de Santa Marta de Évora

Localização estrutural dos conteúdos:
Localidade:
Évora
Entidade detentora:
Biblioteca Pública de Évora
Datas de produção / acumulação:
1559/??/?? ⇔ 1866/??/??
Dimensão e suporte:

8 unidades de instalação

História administrativa / biográfica / familiar:

Ligado à memória da comunidade de mulheres da pobre vida instalada em Santa Marta no século XV, que acabaria por se integrar no convento dominicano de Santa Catarina de Sena, o recolhimento seria fundado nas casas do primitivo beatério, após a sua aquisição por Ana de S. José em 1650. Apesar do projecto original se dirigir à fundação de um mosteiro de carmelitas descalças, o insucesso de tais pretensões acabaria por levar à erecção de um recolhimento, destinado a mulheres virtuosas, solteiras e casadas, sob a regra carmelita e na dependência do prelado diocesano. Situado junto à igreja de Santa Marta, sofreria a concorrência da Irmandade das Almas, de clérigos seculares, instalada no mesmo templo desde 1660. Após a extinção das ordens religiosas, o Recolhimento, secularizado, seria vendido em hasta pública, conservando-se a igreja e salas consistoriais da Irmandade das Almas na posse da mesma corporação eclesiástica.

Instrumentos de descrição:

Fontes, João Luís Inglês; Serra, Joaquim Bastos; Andrade, Maria Filomena, Inventário dos Fundos Monástico-Conventuais da Biblioteca Pública de Évora , Lisboa, Edições Colibri, 2010.

Informação contida em outros fundos:
Não existem itens a listar.
Descrição documental:

Liliana Silva