Available actions

Reader available actions

Share
 

Câmara Municipal de Monforte

Description details

Record not reviewed.

Description level

Fonds Fonds

Reference code

PT/AHCM/CMMFT

Date range

1512 Date is certain to 1976 Date is certain

Holding entity

Arquivo Histórico do Concelho de Monforte

Biography or history

D. Afonso III no ano de 1257 concedeu-lhe Carta de Foral, concedendo amplos privilégios e regalias aos seus moradores e habitantes como forma de fixar a população.

O primeiro e único registo gráfico que conhecemos actualmente da fortaleza as Vila de Monforte data dos começos de século XVI (1520-1530), através do desenho realizado por Duarte d´Armas, integrado no Livro das Fortalezas, a pedido do monarca D. Manuel I.

D. Manuel I, no contexto da reforma dos antigos forais medievais, concedeu uma nova carta de foral à vila de Monforte no ano de 1512.

Em termos políticos - administrativos o ano de 1895 foi terrífico para o concelho de Monforte, que foi extinto como resultado da reforma de João Franco, transitando a sua tutela administrativa para o concelho de Arronches. Contudo, esta situação durou cerca de três anos. No ano de 1898 (13 de Janeiro) o concelho de Monforte foi restaurado, voltando á sua posse Freguesia de Monforte.

Formado pelas freguesias de Monforte; Vaiamonte; Assumar; Santo Aleixo.

Geographic name

Unidades Territoriais de Portugal (UTP) > Continente > Portalegre > Monforte

Scope and content

Inclui: constituição e regulamentação do município, foral; registo de leis e ordens; cartas régias; Órgãos do município; Serviços Administrativos; Património; Serviços Financeiros; Impostos; Eleições; Funções Militares; Justiça; Controlo das Actividades Económicas; Serviços Urbanos; Saúde e Assistência; Educação; Sentenças, escrituras, petições, arrematações, orçamentos requerimentos, etc.

Other finding aid

Guia, inventário.

Notes

Fontes utilizadas para a redacção do elemento História Administrativa:

Collecção Oficial de Legislação Portuguesa - 1836-1842-1878-1896-1900-1913:1936,1942, Imprensa Nacional Lisboa.